quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Contracepção oral de emergência

A contracepção oral de emergência (COE), designada também como pílula do dia seguinte, é um método usado na tentativa de evitar a ocorrência de uma gravidez após uma relação sexual, na ausência ou falha dos métodos contraceptivos.

A pílula do dia seguinte não se destina a ser utilizada como substituto da contracepção regular.
A sua eficácia é inferior à da pílula comum e não deve ser utilizada se já estiver grávida, porque não induz o aborto.
Não está recomendada em mulheres com probabilidade de ocorrência de gravidez ectópica.


Em que situações pode ser utilizada?

Deve ser utilizada nas 72 horas após uma relação sexual não protegida ou em caso de falha de um método contraceptivo:
  • Rompimento ou não utilização do preservativo
  • Expulsão do DIU
  • Remoção antecipada ou deslocamento de um diagrama ou de um cone contraceptivo
  • Falha no método de coito interrompido
  • Relação sexual durante o período fértil quando se optou pelo método da abstinência periódica
  • Quando a eficácia da pílula contraceptiva normal está em causa, como por exemplo, com a toma de determinados medicamentos, esquecimento de tomas, diarreias ou vómitos após a toma
  • Em caso de violação

Como utilizar COE?
  • Consiste na administração de 1 comprimido
  • Pode ser administrado em qualquer momento do ciclo menstrual.
  • Não está indicado se já tiverem ocorrido relações não protegidas no mesmo ciclo menstrual.
  • A sua eficácia é máxima quando mais cedo for a toma, até 72 horas após a relação sexual.


Efeitos secundários mais frequentes
Geralmente as pílulas de contracepção oral de emergência são bem toleradas, mas podem provocar:

  • Náuseas
  • vómitos
  • Dor de cabeça
  • Tensão mamária
  • Vertigens
  • Dor de barriga
  • Hemorragia vaginal
Se vomitar nas 2 horas após a toma, deve tomá-la novamente, porque pode ter perdido o efeito.

Quando deve consultar o seu médico ? Se após utilização de um método contraceptivo de emergência:
  • Ocorrer um atraso superior a 5 dias
  • Apresentar dor abdominal
  • A menstruação não lhe parecer de todo normal, sobretudo se sente alguns dos sinais de gravidez
  • Após utilização de um método contraceptivo de emergência, para que inicie uma contracepção regular
Depois de recorrer à contracepção oral de emergência:
  • Deve utilizar nas relações seguintes um método barreira como, por exemplo, preservativos
  • Assegure-se de que a menstruação é normal no que diz respeito à abundância e data de aparecimento
  • É aconselhável a realização de uma consulta de ginecologia
Nota: Este tipo de contracepção está disponível nas farmácias ou outras lojas de venda livre de medicamentos, não necessita de receita médica.

Fonte:
Wells

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
X

Tratar Saúde

Receba no seu e-mail dicas de saúde

Subscreva a newsletter gratuita.





Pesquisa personalizada