sábado, 28 de janeiro de 2012

Vantagens e desvantagens do implante contracetivo

O que é o implante contracetivo?
É um pequeno bastonete flexível, com quatro centímetros, e dois milímetros de diâmetro.
É aplicado por baixo da pele, na face interna do braço, sob anestesia local.
A sua aplicação e remoção devem ser sempre realizadas por um(a) médico(a).
É eficaz durante três anos, ao fim dos quais pode ser automaticamente substituído por um novo, se a mulher assim o desejar.

Como atua?
O implante vai libertando lentamente uma pequena quantidade de hormonas - progestagénio - para a corrente sanguínea.

Atua de duas formas:
Impede a ovulação (libertação do óvulo);
Torna mais espesso o muco cervical, dificultando a entrada dos espermatozoides no útero.

Qual é a eficácia do implante?
A sua eficácia é de 99%, o que significa que menos de 1 mulher em 100 engravida, no espaço de um ano.

Importante saber:
  • Quando não é utilizada contraceção, em 100 mulheres sexualmente ativas, cerca de 80 a 90 engravidam, num espaço de um ano;
  • Alguns medicamentos podem diminuir a eficácia dos contracetivos hormonais, como por exemplo os utilizados para o tratamento da epilepsia e da tuberculose e alguns medicamentos utilizados pelas medicinas alternativas;
  • Sempre que for prescritos medicamentos deve avisar o seu médico de que está a utilizar um implante contracetivo.

Quando colocar o implante?
O implante deve ser colocado até ao 5º dia da menstruação, ficando a mulher desde logo protegida de uma gravidez não desejada;
Se o implante for colocado noutro dia do ciclo é necessário utilizar o preservativo durante os 7 dias a seguir à colocação, para que não haja risco de gravidez.
O implante pode ser colocado após o parto.

Vantagens
A mulher não ter que pensar todos os dias em contraceção.
Pode ser utilizado por mulheres que não podem ou não querem tomar estrogénios.
Ao contrário da pílula, a hormona presente no implante, não necessita de ser absorvida pelo aparelho digestivo, permitindo que a eficácia deste método não seja posta em causa, em caso de vómitos ou diarreia.
A mulher pode amamentar se estiver a usar o implante
É um método reversível: a mulher retoma a fertilidade pré - existente podendo engravidar logo depois de retirar o implante e esta decisão pode ser tomada em qualquer altura.


Desvantagens
Como o implante não contém estrogénios, as perdas sanguíneas ("períodos menstruais") são irregulares, podem deixar de existir ou tornarem-se escassas mas muito frequentes. Embora seja um efeito normal deste método, que não é prejudicial para a saúde nem para a fertilidade da mulher, é importante ser informada sobre esta alterações, antes da colocação do implante.
Tal como em outros métodos hormonais, algumas mulheres podem desenvolver quistos do ovários. Estes quistos são benignos e geralmente desaparecem sem necessitar de tratamento
Não protege das Infeções Sexualmente Transmissíveis.

Leia também o post: Implante contracetivo

Fonte: APF, apoio MSD

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Desenvolvimento do feto - 36 a 40 semanas

Está mais "gordinho".
O seu bebé está praticamente pronto para nascer. Estômago e rins funcionam agora perfeitamente; os pulmões estão totalmente desenvolvidos e prontos para respirar; o intestino já produziu mecónio (substância que será eliminada juntamente com as primeiras fezes); o corpo adquiriu uma boa camada de gordura.

Descansa bastante e prepara-se para o parto:
A pele do bebé já não é rugosa e fina como inicialmente, já se torna macia e delicada. Os cabelos já estão mais compridos. Nesta fase, os progressos mais interessantes ocorrem no desenvolvimento sensorial. A maior parte do tempo o bebé está a dormir e a descansar, como que se preparando para o nascimento.

Qual é o aspeto do bebé?
Finalmente é hora de nascer e o seu bebé está pronto para chegar ao mundo. Em média, o peso de um bebé no final da gestação é de aproximadamente 3300 gramas e o comprimento pode variar entre 48 e 52 centímetros (consoante o sexo).

Fonte: Italfarmaco (NatalBen)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
X

Tratar Saúde

Receba no seu e-mail dicas de saúde

Subscreva a newsletter gratuita.





Pesquisa personalizada