terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Para reforçar as defesas com Equinácea

Planta originária da América do Norte que conta já com uma longa história de utilização na medicina tradicional devido às suas propriedades terapêuticas.
Tem sido usada tradicionalmente em diversas condições infecciosas, incluindo na prevenção e alívio dos sintomas de gripes e infeções recorrentes do trato respiratório.

Para além da atividade anti microbiana, esta planta possui ainda reconhecidas propriedades imunoestimulantes, estimulando as defesas do organismo e ativando os mecanismos de proteção contra vírus ou bactérias. Em conjunto, estas propriedades são responsáveis pela utilização da equinácea no tratamento e prevenção da constipação comum, da gripe e de outras infeções do tratamento respiratórios superior.
Os compostos ativos responsáveis pelas propriedades da equinácea são várias, entre os quais, os polissacáridos, as glicoproteínas os flavonóides.

Numa revisão de 14 estudos realizada para avaliar os efeitos da equinácea na prevenção e tratamento da constipação comum, conclui-se que a equinácea reduziu em 58% as probabilidades de desenvolver uma constipação, bem como a duração da constipação em 1 a 4 dias.

Na Alemanha, o ministério da saúde aprovou a utilização da Echinacea purpurea (partes áreas da planta) como coadjuvante em constipações e infeções crónicas do aparelho respiratório e urinário.
Como qualquer outra planta, também como a equinácea há algumas precauções a ter em conta aquando da sua utilização: é recomendado um período de pausa de 2 a 3 semanas após o seu uso continuada (mais do que 8 semanas) e não deve ser utilizada em caso de doenças do sistema imunitário.

Fonte:Dias Saudáveis

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
X

Tratar Saúde

Receba no seu e-mail dicas de saúde

Subscreva a newsletter gratuita.





Pesquisa personalizada